Sinusite Alérgica

Sinusite Alérgica

fevereiro 12, 2019 0 Por Ana

A sinusite alérgica é uma sinusite desencadeada por algum tipo de alergia respiratória. Essa alergia pode ser causada por ácaros, poeira ou até mesmo alergia a alguns alimentos. A alergia respiratória causa a inflamação dos seios da face, que resultam na inflamação do muco das cavidades do crânio. Essas cavidades são revestidas por uma mucosa, onde a presença de glândulas produtoras de muco é grande. Quando a sinusite alérgica ataca, a inflamação dessa mucosa acaba acumulando muco, causando uma série de sintomas. Confira abaixo os principais sintomas da sinusite alérgica.

Sintomas de sinusite alérgica

Os sintomas mais comuns associados à sinusite alérgica são dores de cabeça,

  • Espirros frequentes
  • Dificuldade para respirar
  • Coriza
  • Olhos avermelhados e lacrimejantes (podem estar inchados ou não)
  • Dores no rosto
  • Coceira nos olhos
  • Pode haver febre
  • Nariz entupido
  • Cansaço
  • Tosse

Sinusite alérgica tratamento

A primeira indicação para quem sofre de sinusite alérgica é: manter o quarto, a roupa de cama e as cortinas limpas. O quarto é o cômodo da casa onde mais passamos tempo no dia (cerca de 8 horas diárias). Manter a higiene deste cômodo em dia é essencial para evitar as crises de sinusite alérgica. Um quarto arejado, sem mofo, sem poeira pode evitar a maior parte dos sintomas da sinusite alérgica. Eliminar o ácaro pode ser um meio de diminuir as incidências de crises alérgicas. Há uma receita caseira que pode ser aplicada com escova ou panos em sofás, cortinas e carpetes. Você deve misturar 200 ml de vinagre de vinho branco em 4 litros de água. Deixar os cobertores e travesseiros no sol e aspirar eles na hora de tirar também pode eliminar os ácaros.

O tratamento receitado por médicos pode envolver antialérgicos como Loratadina, para diminuir os sintomas de alergia. Anti-inflamatórios e descongestionantes nasais também podem ajudar no tratamento da sinusite. Nimesulida pode ser um grande aliado na sinusite alérgica, sua ação anti-inflamatória, analgésica e antipirética (controla a febre).

A lavagem nasal é muito importante no tratamento da sinusite alérgica. Existem equipamentos próprios para fazer a lavagem nasal, que se assemelham a molheiras, e são usados com soro fisiológico ou com uma mistura de água com sal não iodado. Dá para fazer a lavagem nasal com uma seringa e água morna com sal não iodado. A limpeza ajuda a aliviar os sintomas da alergia e a limpar a mucosa nasal.

Remédios caseiros para sinusite alérgica

É possível aliar os cuidados da sinusite alérgica e conseguir erradicar os sintomas. Somado com os cuidados higiênicos do quarto e da casa, os tratamentos caseiros podem diminuir o desconforto da sinusite. Confira abaixo algumas receitas práticas e caseiras para aliviar a sinusite alérgica:

Lavagem nasal

A lavagem nasal caseira é rápida e pratica de se fazer. Confira o passo-a-passo:

  • 250 ml de água morna
  • sal não iodado
  • seringa limpa

Misture a água com sal não iodado e em seguida puxe a solução para o interior da seringa. Em seguida, incline a cabeça para um dos lados e insira a seringa no interior da narina que está por cima. Pressione o êmbolo da seringa até começar a sair a solução. A solução deverá sair pela outra narina. Pode ser que a solução demore um pouco para sair, devido ao acúmulo de muco, se isso acontecer fique sabendo o desconforto no rosto é normal. A lavagem deve ser feita diariamente.

Lavagem nasal.

Inalação com eucalipto

O eucalipto possui componentes que deixam as secreções mais fluidas e facilita a eliminação delas. O eucaliptol, um dos componentes do eucalipto, dilata os brônquios e facilita a saída do catarro. A inalação com eucalipto é um dos melhores remédios para a inflamação da sinusite. Confira como fazer:

  • 1 litro de água
  • 6 a 8 folhas de eucalipto

Ferva a água com as folhas. Aspire o vapor até duas vezes por dia. Para um melhor efeito, faça a inalação antes de dormir.

Mulher com o busto coberto por uma toalha.

Alho e mel

  • 3 dentes de alho grandes
  • limão maduro
  • mel

A forma mais eficiente de usar esta receita é ingerindo os ingredientes na seguinte ordem: comer os 3 dentes de alho, mastigar bem, tomar uma colher de sopa de mel bem cheia. Caso o gosto do alho perdure, espremer meio limão maduro na língua e tomar mais uma colher de mel. A outra opção é misturar o alho com suco de limão e comer. Para sair o gosto tomar duas colheres de sopa de mel.

 

Fontes:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/doencas_respiratorias_cronicas.pdf

https://www.bibliomed.com.br/diretrizes/pdf/Rinossinusite.pdf

http://www.cidmed.com.br/pdf/otorrino01.pdf