Sintomas de hipotensão: Saiba quais são os sintomas de pressão baixa na gravidez e em idodos

Sintomas de hipotensão: Saiba quais são os sintomas de pressão baixa na gravidez e em idodos

fevereiro 6, 2019 0 Por Amanda

A pressão baixa ou hipotensão arterial ocorre quando os níveis da pressão estão iguais ou menores que 9 por 6 (90 mmHg x 60 mmHg). Normalmente, não causa problemas e não costuma apresentar sintomas em adultos saudáveis. Ela é grave em indivíduos em estado de choque em virtude de infecções graves, perda excessiva de sangue, falência do coração, entre outras causas. Em casos como esses, a pessoa precisa de remédios na veia para elevar a pressão e evitar a parada cardiorrespiratória.

A pressão arterial é a medida da intensidade do fluxo sanguíneo que passa pelas artérias. Os valores de referência da pressão são medidos em milímetros de mercúrio (mmHg) e são compostos por duas medidas: a diastólica e a sistólica. A pressão diastólica (inferior) representa o fluxo de sangue entre os batimentos do coração, quando o coração está relaxado e enchendo-se de sangue. A pressão sistólica (superior) representa a maior intensidade do sangue no momento que o coração está bombeando sangue.

Sintomas

Mulher com uma mão na cabeça.

Pessoas com hipotensão não costumam apresentar sintomas porém alguns indivíduos podem apresentar alguns:

  • Tontura
  • Sensação de fraqueza
  • Dores de cabeça
  • Cansaço
  • Pele fria ou pegajosa
  • Náuseas
  • Visão embaçada
  • Respiração ofegante
  • Batimentos cardíacos rápidos ou irregulares

Durante a gravidez é comum as gestantes terem pressão baixa, principalmente no início da gestação, em que ocorre diversas mudanças hormonais no corpo da mulher que causam um relaxamento dos vasos sanguíneos, o que faz com a pressão baixe. Depois que o volume do sangue se eleva e o organismo da gestante começa a se adaptar com uma quantidade maior de sangue, a pressão baixa deixa de ser frequente.

Apesar de não ser grave que nem a hipertensão durante a gravidez, é preciso tomar cuidado, pois ela pode provocar desconfortos na gestante, além de causar sintomas como desmaios e quedas, podendo ser perigoso para a mulher e para o bebê.

Sintomas durante a gravidez

Médico medindo a pressão de uma gestante.

Confira os sintomas mais comuns de hipotensão durante a gestação:

  • Tonturas
  • Dores de cabeça
  • Fraqueza
  • Visão embaçada
  • Sensação de desmaio

Em casos de tonturas, visão embaçada, dor de cabeça e sensação de desmaio, a mulher pode:

  • Deitar em uma posição confortável e levantar as pernas (se possível), para normalizar o fluxo do sangue.
  • Sentar, respirar fundo e inclinar o corpo para frente, colocando a cabeça em direção aos joelhos por alguns momentos.
  • Ingerir algum alimento com sal, como uma bolachinha água e sal.

Se os sintomas persistirem por mais de 15 minutos ou ocorram com bastante frequência, é indicado ir as hospital ou entrar em contato com um obstetra!

Como evitar a pressão baixa na gravidez

Para tentar manter a pressão regulada e evitar a redução intensa da pressão, existem alguns cuidados recomendados:

  • Beber 2 litros de água diariamente e em pequenas quantidades, para evitar a desidratação e a redução da pressão.
  • Evitar ficar por muito tempo em locais muito úmidos e quentes.
  • Levar algo salgado sempre na bolsa, como frutos secos e bolachas de sal, para não ficar muito tempo sem energia.
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, cafés e refrigerantes, para reduzir as chances de desidratação.
  • Verificar com o obstetra se algum dos remédios que a gestante está tomando tem efeitos sobre a pressão.
  • Evitar mudanças bruscas de posição, como levantar muito rápido.
  • Fazer exercícios físicos leves com frequência, pois eles proporcionam benefícios para a pressão e para a circulação sanguínea.

Já nos idosos, a hipotensão pode significar problemas como desidratação, hemorragia ou veias dilatadas. É fundamental conhecer os sintomas de pressão baixa e saber quando é a hora de procurar um médico. A hipotensão em idosos pode ser causada por diversos motivos como: hemorragias, desidratação, infecções severas (se a infecção se espalhar por todo o corpo, ela pode gerar choque séptico, causando uma redução na pressão arterial), problemas endócrinos (níveis baixos de açúcar, insuficiência adrenal, diabetes), problemas no coração (batimentos muito fracos, falhas no coração, infartos, problemas nas válvulas), falta de nutrientes (falta de ácido fólico e vitamina B12 podem diminuir a produção de glóbulos vermelhos, gerando pressão baixa e anemia), veias dilatadas e alguns remédios.

Sintomas em idosos

Médico medindo a pressão de um idoso.

  • Náuseas
  • Tonturas
  • Visão embaçada
  • Cansaço
  • Desmaios
  • Falta de concentração

Além disso, casos mais graves podem gerar palidez, dificuldade de respirar e confusão mental e é preciso consultar um médico o mais rápido possível!

Para evitar a pressão baixa em idosos

  • Usar meias de compressão, pois elas auxiliam no alívio da dor nas pernas e redução da quantidade de sangue aglomerada nos membros inferiores.
  • Beber bastante água, pois os líquidos auxiliam no fluxo do sangue pelo corpo, e evitam a desidratação.
  • Cuidar as medicações. Elas podem ser usadas no tratamento da hipotensão. Porém, dependendo de quais remédios o idoso utiliza, eles podem causar pressão baixa, e isso pode ser conduzido pelo médico.

http://publicacoes.cardiol.br/abc/1997/6801/68010010.pdf

https://portalnepas.org.br/amabc/article/view/194