Sensibilidade e Clareamento Dental qual a relação?

Sensibilidade e Clareamento Dental qual a relação?

janeiro 15, 2019 0 Por Ana

O clareamento dental é um procedimento estético, apesar de ser aplico por um profissional da saúde. O objetivo é atingir até dois tons abaixo do amarelado dos dentes. São vários os fatores que levam ao amarelamento dos dentes, desde uso de antibióticos até o envelhecimento. É preciso muito cuidado com o embranquecimento dos dentes, dependendo do tom desejado pelo paciente o procedimento pode se tornar uma obsessão. Essa obsessão por dentes brancos – chamada brancorexia – deve ser tratada por um psicólogo.

Há vários tipos de procedimentos para clarear os dentes. O clareamento dental deve sempre ser feito após uma avaliação com o seu cirurgião dentista, ele pode te indicar o procedimento mais adequado para o seu caso. Há procedimentos que apresentam resultados a longo prazo e outros com resultados no final da sessão. O preço costuma variar bastante conforme o método escolhido.

Mulher idosa sorrindo para mostrar os dentes brancos.

Quais os tipos de clareamento dental existem?

O mais conhecido é o clareamento dental a laser, que consiste na aplicação de um agente clareador seguido do laser direcionado para potencializar o efeito. O clareamento a laser é indicado para quem tem os dentes mais sensíveis. Cada sessão dura aproximadamente 1 hora. O clareamento com led é igual ao clareamento a laser, porém a sessão dura menos.

O clareamento convencional é apenas a aplicação do gel na arcada dentária. Pode ser feito em casa, sob a supervisão de um dentista. É feito um molde de silicone para o paciente, junto com o molde deve ser usado um agente clareador indicado pelo dentista. O paciente deve usar este molde com o clareador por um período de tempo de até 4 horas.

O clareamento dental interno é um tipo de clareamento indicado para quem sofreu traumas nos dentes, no caso, quebrou ou rachou algum dente. Deve ser feito em pacientes que tiveram que restaurar o dente ou fizeram tratamento de canal. Neste método, é inserido dentro do dente uma pasta clareadora que permanece no dente por até 10 dias.

O método menos agressivo é a aplicação de porcelana ou resina. É o mais caro, mas oferece efeito instantâneo. Neste método é feito um molde para cada dente do paciente de resina ou uma fina camada de porcelana. É aplicada como se fosse uma camada de proteção para os dentes, corrigindo falhas e a cor. Se bem cuidada pode ser utilizada por até 10 anos.

A relação clareamento dental x sensibilidade

É possível que o procedimento de clareamento dental possa intensificar a sensibilidade nos dentes. Por quê isso acontece? Porque o gel clareador possui uma fórmula ácida que quebram as moléculas do pigmento. Isso temporariamente deixa o dente um pouco mais exposto do que o normal. Em algumas pessoas a sensibilidade nos dentes pode piorar, mas não são todos os casos que isso acontece. Pesquisadores da odontologia concluíram que os casos de queixa de sensibilidade pós procedimento para clarear os dentes estão relacionados ao uso de agentes clareadores muito fortes.

Mulher mordendo picolé e demonstrando dor

Os tratamentos caseiros também podem causar sensibilidade nos dentes, podendo até mesmo serem mais graves. A erosão da camada protetora dos dentes é um dos efeitos de tratamentos clareadores caseiros. Substâncias como bicarbonato de sódio, vinagre e até mesmo limão podem prejudicar o esmalte dos dentes e provocar sensibilidade. Quando usados de forma indiscriminada eles podem levar ao desgaste total do esmalte do dente.

Afinal, o que é o esmalte do dente?

O esmalte do dente é a camada externa do dente. Sua função é proteger, dar brilho e dar cor aos dentes. É esta camada de proteção que fica amarelada ao longo do tempo. As substâncias ministradas por dentistas quebram as moléculas da pigmentação no esmalte dos dentes sem prejudicá-lo. Substâncias abrasivas em excesso prejudicam o esmalte do dente. Quando essa camada é prejudicada, os dentes perdem o brilho e a sensibilidade piora. A dentina, que é a camada abaixo do esmalte, fica exposta. Essa exposição do dente pode causar dor intensa quando entra em contato com alimentos salgados, doces, frios ou quentes.

É possível tratar a sensibilidade dos dentes?

Sim, é possível. Procure o seu dentista para encontrar a melhor forma de tratar a sua sensibilidade. Dependendo do grau de sensibilidade pode ser necessário tratamento em consultório. O dentista pode aplicar flúor nas áreas mais sensíveis do dente para ajudar a repor o esmalte do dente. Pode ser usado também algum agente fixador para impermeabilizar o dente.

Em casa você cuidar da sua sensibilidade com algumas mudanças de hábito. Use escova com cerdas macias para escovar os dentes. Cuide a forma que você escova os dentes. Uma escovação agressiva pode piorar o caso de sensibilidade. Creme dental específico para sensibilidade ou com alta concentração de flúor pode ser útil para diminuir o desconforto.

Homem escovando os dentes

 

Fontes:

http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72722014000200017&lng=pt&nrm=iso

http://www.revistasobrape.com.br/arquivos/jun_2010/artigo5.pdf

http://srvwebbib.univale.br/pergamum/tcc/Tratamentodahipersensibilidadedentinaria.pdf