O que comer para melhorar a pressão baixa?

O que comer para melhorar a pressão baixa?

fevereiro 4, 2019 0 Por Amanda

A pressão baixa ou Hipotensão é a pressão que apresenta valores iguais ou abaixo de 9 por 6 (90 mmHg x 60 mmHg). Normalmente, a pressão baixa não causa problemas nem apresenta sintomas em adultos saudáveis. Porém algumas pessoas podem apresentar sintomas como tontura, fraqueza, dor de cabeça ou sensação de desmaio. Ela pode ser perigosa em pacientes graves que estão em estado de choque, em virtude de infecções graves, falência do coração, perda excessiva de sangue, entre outras causas. Em casos assim, o indivíduo deve tomar remédios que devem ser injetados na veia para aumentar a pressão e evitar a parada cardiorrespiratória.

O que comer?

Uma xícara de café e outra de chá.

A melhor dica para quem tem pressão baixa é manter uma alimentação normal, balanceada e saudável. O aumento do uso de sal não é recomendado, e quem sofre com cansaço, tonturas e boca seca em virtude da pressão baixa pode experimentar:

  • Beber chá mate, chá preto e chá verde durante o dia todo, pois eles possuem teína, uma substância que auxilia no regulamento da pressão.
  • Comer um quadradinho de chocolate meio-amargo após o almoço, pois ele possui teobromina, uma substância que combate a pressão baixa e melhora a frequência cardíaca.
  • Tomar um copo de suco de laranja caso haja uma súbita baixa de pressão.
  • Deixar um ovo cozido, uma bolacha água e sal ou leite desnatado em pó por perto para comer no lanche, por exemplo.
  • É importante tomar café da manhã todos os dias, para evitar a queda de pressão e melhorar os sintomas de pressão baixa, como as tonturas. Mesmo que cada pessoas responda de um jeito a essas medidas, elas geralmente melhoram a sensação de bem-estar. O café da manhã deve incluir um café e um suco de laranja natural.

Principais alimentos

Melão. Iogurte.

Ovo. Pão francês.

Os principais alimentos recomendados para a pressão baixa são os que possuem sal em sua composição, não sendo necessária a adição de sal quando cozidos. A dose diária recomendada de sal por dia é de 1500 mg e ela é facilmente ingerida por meio dos alimentos que já possuem o sal na sua composição.

  • Ovo. Quantidade de sódio (sal) por 100 g: 168 mg.
  • Iogurte. Quantidade de sal por 100 g: 52 mg.
  • Pão francês. Quantidade de sal por 100 g: 648 mg.
  • Biscoito cream cracker. Quantidade de sal por 100 g: 854 mg.
  • Leite desnatado em pó. Quantidade de sal por 100 g: 432 mg.
  • Beterraba crua. Quantidade de sal por 100 g: 10 mg.
  • Bacalhau salgado cru. Quantidade de sal por 100 g: 22.180 mg.
  • Cereais de milho. Quantidade de sal por 100 g: 655 mg.
  • Melão. Quantidade de sal por 100 g: 11 mg.

Cardápio

Prato com melão, melancia, melão e cereais, um pote de leite com cereais e um copo de suco de laranja em cima de uma mesa. Prato com arroz com vegetais, feijão e filé de peixe grelhado.

Confira um exemplo de cardápio para prevenir ou/ melhorar a pressão baixa:

Segunda-feira

  • Café da manhã: 1 xícara de chá de café c/ leite + 2 fatias de pão integral c/ requeijão light e geleia de morango + 1 copo de suco de laranja, mel e salsa + 1 copo d’água.
  • Lanche da manhã: 1 banana picada c/ 1 colher de sopa rasa de aveia.
  • Almoço: 1 porção de arroz integral + 1  filé de peixe grelhado + 1/2 concha de feijão sem salgar + 2 inhames pequenos, regados c/ azeite + 1 prato de sobremesa de beterraba temperada c/ vinagrete e cenoura ralada + 1 copo de água ou de bebida diurética.
  • Lanche da tarde: 1 copo de água de coco + 1 barra de cereal de frutas vermelhas.
  • Janta: 1 pedaço de laranja de berinjela recheada c/ soja e salpicada c/ queijo-de-minas + 1 copo de suco de uva light.
  • Ceia: 1 laranja c/ bagaço.

Terça-feira

  • Café da manhã: 2 fatias de pão integral c/ requeijão light e presunto de peru e 1 colher de café de margarina + 1 copo de suco de laranja, maracujá e cenoura + 1 xícara de chá de café c/ leite + 1 copo d’água.
  • Lanche da manhã: 1 pera picada c/ 1 colher rasa de sopa de farinha de linhaça.
  • Almoço: 1 porção de arroz integral + 1 porção de feijão preto + 1 bife acebolado + 1 prato de sobremesa de abobrinha, couve-flor e brócolis no vapor.
  • Lanche da tarde: 1 damasco seco + 2 castanhas-do-pará.
  • Janta: 1 prato de cenoura e vagem refogados + 1 filé de peixe grelhado c/ purê de aipim + 1 copo de suco de maracujá.
  • Ceia: 1/2 mamão papaia.

Quarta-feira

  • Café da manhã: 2 torradas integrais c/ cottage e geleia diet de uva + 1 suco energético + 1 xícara de chá de café c/ leite + 1 copo d’água.
  • Lanche da manhã: 1/2 mamão papaia c/ 1 colher de sopa de farelo de aveia.
  • Almoço: 1 porção de arroz integral + 1 filé de frango ao molho curry + 1 prato de sobremesa de abobrinha, chuchu e repolho roxo no vapor + 1/2 concha de lentilhas.
  • Lanche da tarde: 1 barra de cereal.
  • Janta: 1 prato de sobremesa de acelga temperada c/ vinagre, azeite e cebolinha + 1 porção de almôndegas + 1 copo de suco de laranja.
  • Ceia: 1 banana prata.

Quinta-feira

  • Café da manhã: 1 pão árabe integral médio c/ requeijão e peito de peru + 1 xícara de chá de café c/ leite + suco de abacaxi c/ hortelã + 1 copo d’água.
  • Lanche da manhã: 10 morangos picados c/ 1 colher rasa de sopa de farelo de gérmen de trigo.
  • Almoço: 1 porção de purê de mandioquinha + 1 filé de peixe grelhado + Ratatouille de berinjela, tomate, cebola e orégano c/ azeite.
  • Lanche da tarde: 1 barra de cereal de frutas.
  • Janta: 1 inhame médio e caldinho de feijão + omelete c/ 2 ovos de pimentões vermelho e amarelo c/ queijo minhas e cheiro verde + 1 copo de suco de tangerina.
  • Ceia: 1 maça.

Sexta-feira

  • Café da manhã: 2 fatias de pão integral c/ presunto de peru e requeijão light + 1 colher de café de margarina + 1 copo de limonada + 1 xícara de chá de café c/ leite + 1 copo d’água.
  • Lanche da manhã: 1 goiaba vermelha picada c/ 1 colher rasa de sopa de farinha de linhaça.
  • Almoço: 1 coxa de frango c/ 1 prato de sobremesa de cuscuz c/ marroquino temperado c/ tomate, cebola e salsinha + salada de rúcula, cebolinha e azeitonas pretas.
  • Lanche da tarde: 1 banana passa + 2 nozes.
  • Janta: 1 prato de repolho roxo ralado fininho + 1 filé de salmão grelhado c/ molho de mostarda + 1 copo de limonada suíça.
  • Ceia: 10 uvas rosadas.

Sábado/ domingo

  • Você pode repetir a refeição de um dos dias de sua preferência.

Sal ou açúcar?

Um pote com sal e outro com cubos de açúcar.

Nenhum dois dois. O sal pode aumentar a pressão, mas ele eleva a pressão de forma lenta. A melhor solução é a pessoa deitar de barriga para cima e levantar as pernas acima do nível do rosto. Isso faz o sangue circular melhor para o cérebro e para o coração, fazendo o mal-estar passar. Também pode-se sentar a pessoa em um local fresco e afrouxar as suas roupas. Se a pessoa estiver em condições de beber algo, café, chá preto e chá mate são ótimas opções para elevar a pressão. Essa recomendação vale para situações de emergência.

Lembre-se: Procure um médico para descobrir a causa da pressão baixa! Ela pode ser  resultado apenas de uma má alimentação ou pode ser algo mais grave.

E durante a gravidez?

Barriga de grávida.

Durante a gestação, recomenda-se não ficar mais de 3 horas sem comer e ingerir bastante água diariamente. Diferente da hipertensão, a hipotensão não traz problemas para a gestante, porém quedas acentuadas que podem gerar desmaios ou tonturas podem ser arriscadas para a mãe e para o bebê. Caso a pressão caia muito, ela pode colocar um pouco de sal embaixo da língua ou comer algo salgado para elevar a pressão. Caso a grávida perceba que a pressão está constantemente baixa, é indicado procurar um médico obstetra para uma avaliação.

http://www.scielo.br/pdf/refuem/v21n4/a11.pdf

http://www.scielo.br/pdf/%0D/abc/v70n2/3368.pdf