Dor de Cabeça: Enxaqueca

Dor de Cabeça: Enxaqueca

janeiro 31, 2019 0 Por Daniela

A enxaqueca é uma doença neurológica caracterizada por crises de dor pulsátil e intensa em um lado da cabeça (podendo afetar os dois), comumente acompanhada de sensibilidade à luz e ao som, náuseas, vômitos e tonturas. Esse tipo de cefaleia (dor de cabeça) atinge 5 a 25% das mulheres e 2 a 10% dos homens, segundo dados do Ministério da Saúde. Suas crises podem durar de 4 a 72 horas em adultos, sendo mais curtas em crianças.

Identificar a enxaqueca sem um diagnóstico médico pode ser um tanto difícil, pois a cefaleia é apenas um sintoma que pode surgir devido a muitas outras doenças, como a gripe, hipertensão arterial, entre outras. Portanto, é recomendado que se consulte um médico sempre que houver crises de dor de cabeça constantes ou acompanhadas de outros sintomas.

Sintomas da Enxaqueca

A cefaleia é o principal sintoma da enxaqueca, mas possui características especiais como, por exemplo, dor pulsátil só em um lado da cabeça, podendo afetar os dois. As crises podem ser diárias, semanais ou quinzenais. Na maioria dos casos, a dor intensa acaba atrapalhando atividades cotidianas da pessoa e, por isso, um tratamento adequado é tão necessário.

Os principais sintomas da enxaqueca são:

  • Crises de dor de cabeça que duram entre 4 a 72 horas;
  • Mal-estar;
  • Fraqueza;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Bocejos;
  • Irritabilidade;
  • Sensibilidade à luz;
  • Sensibilidade ao som;
  • Sensibilidade ao movimentar o corpo;
  • Fadiga;
  • Tonturas;
  • Mudanças de apetite;
  • Falta de concentração.

Enxaqueca com Áurea

Cada pessoa pode ter um tipo de enxaqueca, com áurea ou sem áurea. A manifestação de enxaqueca com áurea mais comum, chamada áurea visual, é caracterizada pelo surgimento de flashes de luz ou manchas escuras na visão durante as crises. Em outros quadros, a enxaqueca com áurea pode ocasionar dormências ou formigamentos em apenas um lado do corpo. Geralmente, esse tipo de enxaqueca é mais rara, porém é necessário seguir um tratamento adequado para diminuir seus efeitos.

Causas da Enxaqueca

A enxaqueca ainda não apresenta uma causa exata, porém se sabe que ela está relacionada com alterações no cérebro e fatores de influência genética. Além disso, estudos apontam que alguns gatilhos externos podem desencadear a enxaqueca. Isso ocorre porque esses gatilhos enviam impulsos para os vasos sanguíneos, causando sua constrição (relacionado a aura) seguida de uma dilatação (expansão) e a libertação de prostaglandinas, serotonina e outras substâncias inflamatórias que causam a dor.

Os fatores desencadeantes mais comuns da enxaqueca são:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Ficar muito tempo sem comer;
  • Dormir mais ou menos do que o de costume;
  • Mudanças bruscas de temperatura e umidade;
  • Perfumes e outros odores muito fortes;
  • Esforço físico;
  • Luzes e sons intensos;
  • Uso constante de medicamentos;
  • Fatores hormonais, principalmente em mulheres que possuem enxaqueca. As crises costumam ocorrer no período pré, durante ou pós-menstrual, sendo chamada de enxaqueca menstrual;
  • Certos alimentos, bebidas alcoólicas, refrigerantes, excesso de café ou uso de alguns adoçantes.

Tratamento para Enxaqueca

Para iniciar o tratamento da enxaqueca, é preciso primeiramente ter o diagnóstico correto e saber quais são os desencadeantes dela. Após identificar as causas, o tratamento pode ser feito através da prevenção dos gatilhos causadores da sua enxaqueca, como estresse ou ansiedade, e seguindo a medicação recomendada pelo médico, que geralmente são antidepressivos, anticonvulsivantes e betabloqueadores. No entanto, algumas medidas gerais devem ser tomadas para prevenir o problema, como:

  • Ter em volta de 8 horas de sono por noite;
  • Praticar atividades físicas regularmente, com pelo menos 30 minutos de exercícios aeróbicos, 3 ou 5 vezes por semana;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e o excesso de cafeína;
  • Manter uma dieta equilibrada e saudável.

Como Aliviar?

Embora seja difícil, é possível aliviar as crises de enxaqueca seguindo certos métodos que ajudam a diminuir e controlar as dores, como:

  • As crises de enxaqueca costumam causar sensibilidade à lugares com muita luz ou som alto, portanto, procure se deitar ou se sentar em algum local mais escuro e sem barulho, evitando conversar;
  • Nas crises de enxaqueca é comum ter uma congestão na área da cabeça que deriva em pressão e dor. Por esse motivo, é recomendado que se tome um banho quente apenas para os pés, fazendo com que uma inflamação momentânea apareça em outra região do corpo (pés), aliviando a dor localizada na parte superior;
  • Massagear as áreas doloridas do rosto e do couro cabeludo, com a mistura de dois óleos essenciais puros, durante uma crise de enxaqueca também pode ser uma opção para aliviar a dor. Por serem muito concentrados, os óleos devem ser  diluídos em algum óleo vegetal, creme hidratante ou gel de babosa. Os mais indicados são o óleo essencial de menta e o óleo essencial de lavanda.

Chás para Dor de Cabeça e Enxaqueca

Certos chás podem ajudar no controle de dores de cabeça e enxaqueca. No entanto, como se tratam de plantas com propriedades medicinais, seu consumo deve ser cuidadoso, principalmente por gestantes e lactantes.

Chá de Ulmária

planta ulmária

Essa planta medicinal pode ser eficaz no tratamento caseiro de enxaqueca, pois possui analgésicos e anti-inflamatórias que aliviam as dores de cabeça.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de ulmária;
  • 2 xícaras de água.

Modo de Preparo

  • Ferver a ulmária na água;
  • Depois de fervida, deixar esfriar;
  • Coar e beber ainda morno;
  • Consumir em torno de 2 a 3 xícaras por dia.

Chá de Camomila com Laranja

chá de camomila com laranja

O chá de camomila com laranja é uma ótima forma de tratar os efeitos da enxaqueca.

Ingredientes

  • 2 copos de água;
  • 2 laranjas picadas, com as cascas;
  • 1 punhado de camomila seca;
  • 6 folhas de louro;
  • 1 limão.

Modo de Preparo

  • Ferva a água;
  • Acrescente as laranjas com as cascas, a camomila e as folhas de louro;
  • Ferva por mais 2 minutos e então acrescente o suco de 1 limão;
  • Coe e beba ainda morno.

Chá de Gengibre

chá de gengibre

Por ser um poderoso anti-inflamatório natural, o chá de gengibre é ideal para aliviar as dores causadas pela enxaqueca.

Ingredientes

  • 50 gramas de gengibre fresco ralado;
  • 1 litro de água.

Modo de Preparo

  • Colocar todos ingredientes em uma panela;
  • Deixar ferver por volta de 15 minutos;
  • Após ferver, abafe o recipiente;
  • Coe antes de consumir.

Fontes: 

http://www.scielo.br/pdf/reben/v65n2/v65n2a23.pdf

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/HSE_URM_ENX_0704.pdf