Dor na parte de trás da cabeça

Dor na parte de trás da cabeça

fevereiro 7, 2019 0 Por Daniela

As dores de cabeça são muito comuns e podem ser desencadeadas por diversos fatores. Geralmente, as causas estão relacionadas a problemas emocionais, como estresse, ansiedade e depressão. No Brasil, cerca de 63 milhões de pessoas sofrem com o problema diariamente, e as dores da cefalia tensional e da enxaqueca são as queixas mais frequentes. Por se tratar de um sintoma comum, a maior parte da população brasileira não consulta um médico e prefere tratar o incômodo com o uso de analgésicos.

Existem mais de 200 tipos de cefalias, fazendo com que seja difícil identificar a verdadeira causa em cada caso. O uso de analgésicos pode não fazer efeito ou até mesmo cobrir outros sintomas de uma doença mais grave, impedindo que ela seja tratada adequadamente. Por esse motivo, é recomendado que se procure um médico sempre que notar uma dor diferenciada, ou seja, com uma intensidade diferente ou que atinge outras partes da cabeça, como a parte de trás. Além disso, é preciso ter atenção na frequência da cefalia e se outros sintomas, como náuseas, vômitos e tonturas estão presentes com ela, pois eles podem indicar alguma doença ou condição mais grave que exige um tratamento especializado.

O que pode causar dor atrás da cabeça?

A cefalia quando atinge a região de trás da cabeça está normalmente ligada a problemas emocionais como estresse e ansiedade. No entanto, outros fatores podem desencadear a condição, como problemas de postura, alta pressão arterial e problemas de visão.

Na maioria das vezes, a dor de cabeça não indica nenhum problema grave de saúde, no entanto, se ela ocorrer diversas vezes ao dia ou permanecer por um período com mais de 48 horas, é preciso ter atenção. É importante ressaltar que apenas um médico pode dar o diagnóstico e indicar o tratamento ideal para aliviar o incômodo.

Dor de cabeça na nuca

mulher com dor na nuca

Hipertensão

A dor de cabeça na região da nuca, na maioria das vezes, é causada pela pressão alta. Esse problema ocorre principalmente após situações de muito estresse, fazendo com que a pressão arterial aumente. No entanto, outros fatores também podem desencadear a hipertensão, como maus hábitos alimentares e sobrepeso. De qualquer forma, essa condição exige cuidados específicos para evitar o seu agravamento. Reduzir o consumo de alimentos com alto teor de sódio é essencial na prevenção do problema.

Torcicolo

O torcicolo também é uma das principais causas da dor na nuca, que costuma ocorrer após treinos intensos na região das costas ou do pescoço. Nesse caso, o melhor a fazer é tentar relaxar e descansar o local afetado. No entanto, se a dor permanecer por muito tempo, é recomendado que se consulte um clínico geral que irá analisar e poderá indicar o uso de relaxantes musculares.

Aneurisma

O aneurisma cerebral é caracterizado por uma dilatação de um vaso sanguíneo no cérebro, que pode acabar se rompendo em algum momento e deixar sequelas semelhantes a um AVC. Essa condição geralmente não apresenta sintomas, porém alguns casos de aneurisma podem apresentar dor na nunca antes de se romper. Quando rompido, a dor de cabeça se irradia e se torna mais intensa conforme o tempo. É importante que se procure um hospital caso desconfie de um futuro rompimento de aneurisma, pois esse problema pode ser extremamente grave.

Meningite

A meningite é uma das causas mais graves que podem provocar dor na nuca. Embora seja rara, ela pode afetar pessoas de qualquer idade, principalmente quando há um surto da doença. A dor na nuca causada pela meningite é muito forte, e geralmente está acompanhada de outros sintomas como náuseas, vômitos e febre. Por ser um problema muito grave, a meningite deve ser diagnosticada imediatamente para que o tratamento, na maioria das vezes feito através de antibióticos, seja iniciado.

Dor de cabeça atrás dos olhos

mulher com dor nos olhos

Sinusite

A dor de cabeça atrás dos olhos é extremamente comum e está relacionada principalmente a sinusite. Essa condição ocorre pela inflamação dos seios nasais da face, podendo apresentar outros sintomas como dor de garganta e congestão nasal. A dor causada pela sinusite costuma ser pulsátil e tende a piorar quando a pessoa baixa a cabeça ou se deita. O tratamento, na maioria das vezes, é feito através de chás, anti-inflamatórios e analgésicos que ajudam a aliviar os sintomas da doença.

Gripe

Outro grande fator que pode acabar causando dores de cabeça atrás dos olhos é a gripe. Esse tipo de doença infecciosa geralmente apresenta outros sintomas como febre, tosse, espirro e dores musculares. O tratamento costuma ser feito em casa, e a dor de cabeça atrás dos olhos pode ser aliviada com muito repouso e chás, como o de camomila. Dependendo da gravidade da dor, analgésicos também podem ser recomendados.

Dengue

A dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, também pode estar por trás da dor de cabeça e dor no fundo dos olhos. Esses sintomas costumam aparecer 3 dias após a picada do mosquito, e geralmente são acompanhados de febre alta, dores musculares, vômitos, náuseas, manchas na pele e cansaço excessivo. O diagnóstico só pode ser dado por um médico, pois a doença pode ser confundida com outras mais comuns, como a gripe. O tratamento requer muito repouso e remédios para baixar a febre e aliviar as dores.

Hipermetropia

A dor na parte de trás dos olhos acompanhada de dores de cabeça podem indicar problemas de visão como o hipermetropia. Essa condição é caracterizada pela dificuldade de ver de perto, fazendo com que a pessoa force a visão e se sinta incomodada após ler ou usar o computador por um longo período de tempo. O diagnóstico deve ser dado por um oftalmologista, que irá analisar a condição do paciente e indicará o uso de óculos com lentes adequadas.

Dor de cabeça atrás da orelha

mulher com dor atrás da orelha

Neuralgia occipital

A dor de cabeça atrás da orelha é uma das cefalias mais frequentes, e está principalmente relacionada a neuralgia occipital. Essa doença é caracterizada por uma inflamação ou lesão nos nervos occipitais, ou nos nervos entre a medula espinhal e o couro cabeludo. A dor é descrita como latejante e crônica, geralmente confundida com os sintomas de enxaqueca. Dependendo da sua causa, o tratamento pode ser feito com massagem e repouso ou com o uso de medicamentos receitados pelo médico.

Mastoidite

A mastoidite também pode ser a causa da dor de cabeça atrás da orelha. Esse problema é caracterizado por uma infecção do osso mastoide, localizado atrás da orelha. A mastoidite costuma afetar mais crianças do que adultos, podendo apresentar sintomas como febre, corrimento do ouvido, fadiga e perda de audição no ouvido afetado. O tratamento costuma ser feito através do uso de antibióticos receitados por um otorrinolaringologista durante 2 semanas.

TMJ

A dor de cabeça atrás da orelha também pode estar relacionada ao transtorno da articulação temporomandibular (TMJ). Essa articulação é responsável por ajudar o maxilar a abrir e fechar, e quando ela está inflamada ou dolorida, acaba causando sintomas como dor na mandíbula, dor atrás da orelha e dor de cabeça. O tratamento geralmente é feito através de fisioterapia e medicamentos indicados por um médico.

Problemas dentários

Problemas dentários também podem causar dor de cabeça e dor atrás da orelha. Geralmente, quando há algo errado com a boca ou com os dentes, a dor acaba afetando outras regiões da cabeça. Os sintomas podem ser sentidos de diferentes formas, dependendo de cada caso, mas geralmente são acompanhados de mau hálito, dificuldades para mastigar e sensibilidade na gengiva. O tratamento deve ser feito conforme a causa do problema, e o diagnóstico é pode ser dado por um dentista.

Fontes:

http://files.bvs.br/upload/S/0047-2077/2014/v102n5/a4503.pdf

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/dengue_aspecto_epidemiologicos_diagnostico_tratamento.pdf

http://www.aborlccf.org.br/imageBank/CONSENSO-RINOSSINUSITES-EVIDENCIAS-E-EXPERIENCIAS.PDF