Depressão

Depressão

novembro 16, 2018 0 Por Cassiane

A depressão é caracterizada como um distúrbio emocional e afetivo, que causa tristeza profunda, falta de interesse pela vida, falta de ânimo e de apetite, falta de prazer, além fazer com que a pessoa tenha oscilações de humor. Em alguns casos, há depressão profunda, o que pode levar a pessoa a ter pensamentos suicidas.

A depressão pode atingir qualquer pessoa, em qualquer fase da vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há cerca de mais de 300 milhões de casos registrados pelo mundo. O Brasil term a maior taxa da América Latina.

Dentro dessa estimativa, é possível encontrar a depressão na adolescência, bastante comum nos últimos tempos. Ela é caracterizada por tristeza, irritabilidade, baixa autoestima, falta de memória e sensação de inutilidade.

A depressão é uma doença emocional séria e grave, que precisa ser tratada e diagnosticada durante os primeiros sinais. Já as causas de depressão são diversas, que podem variar entre traumas, abuso de substâncias ilícitas, conflitos relacionais, morte ou perda, genética, vinculado a doenças, questões pessoais e demais eventos que uma pessoa pode passar ao decorrer da vida.

Sinais de Depressão

Pessoa com sintomas de depressão

Os sinais de depressão podem começar silenciosos e progredir conforme o tempo. Por isso é importante estar atento aos principais sintomas e procurar ajuda especializada para fazer o tratamento o quanto antes.

Os principais sinais de depressão são:

  • Apatia;
  • Falta de motivação;
  • Medo do que antes não existia;
  • Perda ou falta de apetite;
  • Dificuldade para concentração;
  • Dificuldade para tomar decisões;
  • Perda de memória;
  • Pessimismo;
  • Insegurança;
  • Insônia;
  • Falta de prazer;
  • Falta de vontade para fazer as coisas;
  • Sensação de vazio;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Angústia;
  • Dores constantes na barriga;
  • Má digestão;
  • Constipação;
  • Azia;
  • Flatulência;
  • Dores de cabeça;
  • Dores no corpo;
  • Tensão na nuca e ombros;
  • Pressão no peito.

Depressão tem Cura

Como tratar a depressão

Depressão tem cura e pode ter diferentes tipos de tratamento para depressão, que variam entre medicamentos controlados, suplementos alimentares, psicoterapia e psiquiatria. Também é possível diminuir os sintomas aliando remédios e mudanças de hábitos, como alimentação equilibrada, atividades físicas, momentos de relaxamento, meditação e outros.

Entretanto, é preciso procurar um médico especializado ao aparecerem os sintomas. Somente o especialista pode dar o diagnostico definitivo e indicar o melhor tratamento para cada caso específico.

Tipos de Depressão

Existem vários tipos de depressão, com variações de níveis de gravidade diferentes e que precisam de tratamentos específicos.

Confira a seguir os principais tipos de depressão:

  • Episódios depressivos: são caracterizados por sintomas de depressão que duram um certo período de tempo. Os sintomas são praticamente os mesmos de uma depressão aguda, contudo, podem se dar com menor intensidade e passar mais rápido;
  • Depressão bipolar: a depressão bipolar é caracterizada por uma alteração de humor, em que nos momentos depressivos são caracterizados pelos mesmos sintomas de uma depressão aguda. Já em fases de euforia, os sinais mais comuns são agitação, obsessão pelos mesmos assuntos, impulsividade, aumento de energia, hiperatividade, desatenção e ocupação com diversas atividades;
  • Transtorno depressivo maior: esse tipo de depressão é acometido quando os quadros depressivos são recorrentes e duram por mais de seis menos, com uma intensificação dos sintomas;
  • Depressão pós-parto: já a depressão na gravidez acontece logo após o parto do bebê e causa sentimento de tristeza, medo e apatia em relação a criança. A depressão pós-parto atrapalha a relação da mulher com o próprio filho e os afazeres da rotina, que pode apontar sinais ainda em fase de gestação;
  • Distimia: essa é uma depressão crônica menos grave, que dura um longo período de tempo, cerca de dois anos ou mais. Ela é caracterizada pela incapacidade de se divertir e pela constante crítica pela vida;
  • Depressão atípica: a depressão atípica apresenta sinais de falta de energia, cansaço, aumento excessivo do sono e humor apático, além da tristeza profunda;
  • Depressão sazonal: esse é o tipo de depressão que acomete pessoas que não lidam bem com períodos nublados e com a baixa exposição à luz solar. Também podem estar ligadas a determinadas épocas do ano em que há estresse excessivo;
  • Depressão psicótica: esse tipo de depressão alia sintomas de tristeza com delírios e alucinações. É considerado raro, porém grave.