Saiba tudo sobre clareamento dental com laser!

Saiba tudo sobre clareamento dental com laser!

janeiro 14, 2019 0 Por Ana

Você sabe como funciona um clareamento dental? Primeiramente, vamos explicar o quê é o clareamento dental. Clareamento dental é um procedimento estético cujo objetivo é branquear os dentes dentro de um padrão possível. Por quê padrão possível? Porque muitos pacientes procuram clínicas em busca do branco perfeito, aquele que só é possível com retoque de editores de fotos. O nome da obsessão por dentes extremamente brancos é brancorexia e deve ser tratada com um psicologo.

Boca sorridente com instrumentos odontológicos na frente.

Dentistas não recomendam técnicas caseiras para branquear os dentes, pois os efeitos geralmente são abrasivos. Isso significa que eles limpam os dentes desgastando a camada protetora dos dentes, o esmalte. No procedimento feito em clínica é aplicado um gel clareador e em seguida os dentes são expostos a laser ou led.

Clareamento dental a laser

A diferença entre o clareamento dental a laser e com led está na luz que é aplicada nos dentes. O clareamento dental a laser pode ser um pouco mais agressivo e não apresentar resultados satisfatórios logo de início. O clareamento dental com laser é mais indicado para quem tem problemas no esmalte dos dentes, pois é menos invasivo que o clareamento com led. O tempo de sessão também é maior no clareamento a laser.

Paciente passando por clareamento dental a laser.

É necessário uma pausa entre as sessões, pois pode afetar a sensibilidade dos dentes. O clareamento com led é o mesmo procedimento, porém o led é menos agressivo que o clareamento a laser.Há a possibilidade de fazer um procedimento de clareamento dental com as duas técnicas. Clareamento com led e laser potencializa os efeitos do gel clareador e costuma ser mais caro que apenas uma das técnicas.

É necessário uma série de cuidados antes de se submeter a um tratamento para clarear os dentes. Por exemplo: não o faça sem antes consultar um cirurgião dentista e fazer a avaliação apropriada. Crianças e adolescentes não devem fazer o clareamento dental. O esmalte dos dentes em crianças e adolescentes é mais permeável e a quantidade de peróxido pode prejudicar a estrutura dentária, causando inflamações na gengiva e aumentando a sensibilidade nos dentes.

Como fazer?

Na avaliação com o dentista, será definido o melhor método, quantas sessões e o tempo de pausa entre elas. Primeiramente será feito uma limpeza, chamada profilaxia. Essa limpeza o dentista irá remover a placa bacteriana e o tártaro. Essa limpeza é necessária para evitar o desperdício de peróxido de hidrogênio, cuja função é clarear e matar as bactérias. Se os dentes não estiverem limpos o peróxido de hidrogênio irá espumar e não irá clarear os dentes.

Em seguida, será aplicado uma proteção isolante das áreas sensíveis na boca. A gengiva e possíveis dentes desgastados serão protegidos por uma barreira de gel aplicada pelo dentista. Essa barreira protetora é necessária para evitar a dor intensa que o peróxido de hidrogênio pode causar nestas áreas. Também serve para proteger anomalias no esmalte do dente.

Após a aplicação da proteção, é aplicado o gel clareador nos dentes. O gel é aplicado dente a dente pelo dentista. Assim que é aplicado, os dentes são expostos ao laser por um tempo de até 40 minutos. É retirado o gel com sucção e o dentista irá lavar os seus dentes. Nos primeiros dois dias o paciente deve evitar o consumo de qualquer alimento pigmentado. Café, refrigerantes, cenoura, beterraba, molho de tomate e molho shoyu são alguns dos alimentos que devem ser evitados.

O que acontece com os dentes?

O peróxido de oxigênio presente no gel clareador promove uma ação oxidativa. Essa ação oxidativa atinge a dentina, uma das camadas calcificas do dente, e alcança a pigmentação amarelada do dente. Na dentina, o peróxido de oxigênio quebra a estrutura molecular destes pigmentos, permitindo a passagem de luz. Assim, a coloração dos dentes se torna cada vez menos amarelada.

Com o número adequado de sessões, é possível o paciente clarear até 3 tons. Para melhor efeito é necessário seguir uma série de cuidados e indicações propostas pelo dentista.

Funciona?

Todos os procedimentos indicados por dentistas funcionam. Fique atento aos métodos caseiros, eles funcionam pois agem desgastando o esmalte dos dentes. Essa técnica prejudica a estrutura do dente e piora os casos de sensibilidade. A ação oxidante das substâncias que encontramos em métodos caseiros correm a camada protetora dos dentes e causam danos permanentes.

Antes e depois após clareamento dental a laser.

Para um resultado mais eficiente você deve evitar nos primeiros dias:

  • Café;
  • Chá preto;
  • Refrigerantes coloridos;
  • Cigarro;
  • Frutas ácidas;
  • Beterraba;
  • Cenoura;
  • Molhos à base de shoyu ou tomate;
  • Doces.

Junto com os cuidados com a alimentação, você deve continuar com a rotina de higiene bucal indicada pelo seu dentista. Escove os dentes 20 minutos após as refeições. Use diariamente fio dental, dê preferência a escovas dentais com cerdas macias e pastas dentais com flúor. Nunca faça métodos caseiros de clareamento dental após o procedimento a laser. Os riscos de danos permanentes são grandes.

 

Fontes:

https://www.researchgate.net/publication/3115937/uso-da-luz-clareamento-dental-procedimento-clinico.pdf

http://revodonto.bvsalud.org/pdf/rfo/v20n3/a02v20n3.pdf

http://openrit.grupotiradentes.com/xmlui/bitstream/handle/set/2020/Bases%20te%C3%B3ricas%20do%20clareamento%20dental.pdf?sequence=1