Benefícios do Ômega3

Benefícios do Ômega3

fevereiro 28, 2019 0 Por Ana

Um dos nutrientes mais famosos e mais indicados para consumo por médicos e nutricionistas, o ômega 3 possui uma lista imensa de benefícios. É conhecido como a gordura do bem e pode trazer diversas vantagens para quem o consome. O nutriente pode ser encontrado em grandes quantidades em peixes, frutas oleoginosas e algumas verduras. O ômega 3 é um dos nutrientes mais estudados por pesquisadores. A lista de benefícios é incomparável com os outros nutrientes e o ômega 3 continua surpreendendo, trazendo uma gama de vantagens para a saúde única.

Pessoa subindo escadaria.

O ômega 3 é um ácido graxo classificado como gordura poli-insaturada. Esse tipo de gordura é o melhor tratamento possível para tratar o colesterol alto, controlar a glicose e os problemas de coração. O ômega 3 representa uma família de ácidos graxos essenciais que biologicamente não podem ser produzidos pelo corpo. São três tipos, o ácido alfa-linolênico (ALA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenoico (DHA). O ALA pode ser encontrado em sementes (chia, linha, abóbora) e nas frutas oleoginosas. O alfa-linolênico pode ser convertido em DHA ou EPA após a ingestão. O ácido eicosapentaenoico (EPA) tem propriedade anti-inflamatório no organismo, possui reações enzimáticas com as substâncias responsáveis por combater as inflamações do nosso organismo. Por fim, o DHA é importante para o desenvolvimento saudável do feto, ajudando na formação cerebral e dos olhos.

Quais os principais benefícios do Ômega 3?

A lista de vantagens do ômega 3 é extensa. O principal benefício do ômega 3 é prevenir os problemas cardiovasculares. O ômega 3 regula as atividades das plaqueta sanguíneas, evitando a coagulação do sangue e posteriormente o AVC. É um potente estabilizador das atividades do coração, controlando os episódios de arritmia cardíaca. O consumo do ômega 3 é uma das melhores formas de prevenir os problemas no coração, mas pacientes com histórico de problemas cardiovasculares também devem consumir, pois o nutriente estabiliza os sintomas e evita possíveis problemas decorrentes da doença.

Mulher idosa com a mão no peito.

O ômega 3 também é muito indicado para pacientes com problemas de colesterol. O colesterol é uma gordura importante no organismo, mas que não se dissolve. Portanto, em grandes quantidades pode ser muito perigoso. O colesterol alto pode causar o acúmulo de gordura nas artérias e as consequências podem ser hipertensão, infarto e em casos graves, o derrame cerebral. O ômega 3 consegue alterar a composição sanguínea e controlar o colesterol ruim no corpo. Além disso, garante a flexibilidade das veias e artérias, evitando riscos.

Benefícios não tão conhecidos do Ômega 3

  • Combate à ansiedade e depressão: estudos confirmaram que o Ômega 3 é tão eficaz quanto o medicamento Prozac. O ácido eicosapentaenoico encontrado em um dos tipos de ômega 3 apresentou melhores resultados no tratamento da ansiedade e da depressão. Ômega 3 é um ótimo suplemento para doenças psiquiátricas no geral.
  • Benefícios no desenvolvimento do bebe: ômega 3 é um excelente nutriente para ajudar no desenvolvimento saudável do bebe. O DHA (tipo de ômega 3) é essencial para o desenvolvimento do cérebro e dos olhos, chegando a fazer parte de aproximadamente 60% dos ácidos graxos presentes em ambos órgãos.  Em quantidades adequadas, a mulher grávida pode desenvolver uma gravidez muito saudável, conseguindo benefícios para ela e para o bebe.
  •  Reduz os sintomas de TDAH: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é caracterizado principalmente pela falta de atenção da criança e hiperatividade e impulsividade. Foi concluído que crianças saudáveis possuem uma taxa mais alta de ômega 3 no corpo do que crianças com TDAH. Médicos têm receitado suplementos com ômega 3 e notado uma diminuição nos sintomas da doença.
  • Reduz os sintomas da síndrome metabólica: a síndrome metabólica é uma série de fatores de riscos para diversas doenças, como doenças do coração, vasculares e a diabetes. Geralmente ocorre pela resistência à insulina. Como visto anteriormente, o ômega 3 ajuda principalmente em doenças cardiovasculares e no controle da gordura corporal e diabetes. Isso inclui reduzir os riscos da síndrome metabólica.
  • Ajuda a tratar doenças autoimunes: uma doença autoimune é uma condição de saúde em que o sistema imunológico ataca e destrói os tecidos do corpo.  O consumo de alimentos ricos em ômega 3 em uma dieta rica e balanceada pode prevenir esse tipo de doença, principalmente em casos da diabetes tipo 1, que é quando o sistema imunológico ataca o pâncreas.
  • Ajuda a combater doenças relacionadas com a idade: doenças que geralmente atingem pessoas que estão chegando na casa dos 60 podem ser evitadas com o consumo de ômega 3 ao longo da vida. O declínio das funções cerebrais é inevitável, mas com o consumo dos nutrientes certos como um cuidado preventivo pode fazer a diferença para uma velhice saudável.

Mulher grávida sentada no chão com as pernas cruzadas.

Fontes:

http://www.scielo.br/scielo.php/oleo-de-peixe-na-dieta-humana/

http://www.scielo.br/scielo.php/omega3-na-dieta-gestante/

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-59322018000100274&lang=pt