Antibióticos para sinusite

Antibióticos para sinusite

fevereiro 11, 2019 0 Por Ana

A sinusite é a inflamação da mucosa do rosto localizada na região do nariz, olhos e bochechas. Essa inflamação da região conhecida como seios paranasais causa dor e desconforto. A sinusite pode ser desencadeada por alergias, bactérias ou vírus. A sinusite atinge pessoas de todas as idades, é uma doença que não tem cura, mas tem tratamentos que podem evitar as crises. Existem vários tipos de sinusite, como a sinusite alérgica, fúngica, viral, bacteriana e crônica. O uso de antibióticos geralmente estão associados à sinusite cronica, cuja causa é a resistência de certas bactérias e infecções, porém os antibióticos são muito úteis no tratamento da sinusite em geral.

Nomes e como usar

Os principais antibióticos prescritos por médicos são: Amoxicilina e Azitromicina. Levofloxacina também é comum de ser receitado. É importante seguir todos os dias do tratamento com antibiótico rigorosamente para não haver reincidência das bactérias que estão causando a sinusite. O tratamento pode durar até 1 mês, uma vez que a infecção é resistente.

Frascos de penicilina

Amoxicilina

É o antibiótico com a maior abrangência de tratamentos e o mais completo. É uma penicilina pertencente ao grupo dos antibióticos penicilínicos. As infecções tratadas por este antibióticos se manifestam geralmente na região dos pulmões (bronquite e pneumonia), amígdalas (amigdalite), na região do rosto (sinusite), sistema urinário, na pele e mucosas em geral. É contraindicada em pacientes com histórico de alergias a antibióticos betalactâmicos (que possuem o agente antibiótico beta-lactâmico em sua estrutura molecular). Em adultos a posologia mais indicada é 25mg, três vezes ao dia a cada 8 horas. Em casos mais graves, a dose pode ser de 500mg. Em crianças, a dose indicada pode ser de 125mg a cada 8 horas. A dose em crianças não deve ser maior que 250mg. Os efeitos colaterais de Amoxicilina incluem bolinhas vermelhas, urticárias, coceira na pele e diarreia.

Cápsula de amoxicilina.

Azitromicina

A Azitromicina é um antibiótico geralmente indicado para infecções do trato respiratório e infecções de pele. Também é prescrita em casos de infecções sexualmente transmissíveis, tanto em homens quanto mulheres. A Azitromicina é um antibiótico da família dos azalídeos e contem um átomo de nitrogênio. A diferença química da Azitromicina em relação aos outros de sua classe é que a Azitromicina consegue combater um espectro mais amplo de bactérias, sua difusão é mais rápida e a meia-vida é mais duradoura que os outros antibióticos. É contraindicado em pacientes com histórico alérgico à azitromicina e eritromicina. A posologia indicada em adultos é de uma dose única diária de 500mg. O tratamento com Azitromicina costuma ser curto, não ultrapassando mais de uma semana. Em crianças a dose diária não deve ultrapassar 500mg. A indicação para o tratamento infantil é de 30mg por kilograma do paciente. Azitromicina não costuma apresentar efeitos colaterais.

Caixa de Azitromicina

Levofloxacino

O Levofloxacino é um antibiótico fluoroquinolona, derivado do ácido nalidíxico. O problema desse antibiótico é que pode desencadear diversos efeitos colaterais que podem ser debilitantes, por isso não são geralmente escolhidos como primeira opção de tratamento. Levofloxacino é indicado para infecções do trato respiratório, infecções de pele e infecções do sistema urinário. Este antibiótico é contraindicado em pacientes com histórico alérgico ao levofloxacino e agentes da família da quinolona. A posologia indicada para adultos é de uma cápsula de 500mg ao dia, independente do horário. Levofloxacino não deve ser usado em crianças e por mulheres grávidas ou lactantes. Só deve ser indicado quando não houver tratamentos alternativos. Os efeitos colaterais envolvem danos ao fígado, efeitos no sistema nervoso central, insuficiência renal dentre outros.

Qual o antibiótico para sinusite cronica?

O antibiótico mais indicado para a sinusite cronica é a Azitromicina. Seus efeitos mais potentes, como a melhor difusão tecidual e a meia-vinda mais longa que os outros antibióticos podem garantir um efeito de melhora na doença mais rapidamente. O tratamento também é mais curto do que os outros. Por não surtir efeitos colaterais também o tratamento mais seguro, tanto em adultos quanto em crianças. Deve-se ficar atento à posologia e seguir rigorosamente. Não use este medicamento ou qualquer outro antibiótico sem o acompanhamento médico.

Antibiótico para sinusite infantil

O antibiótico mais usado para a sinusite infantil é Amoxicilina, pois abrange um espectro muito superior aos outros de infecções. A posologia deve ser 50mg por quilograma da criança a cada 8 horas. No caso de rejeição da Amoxicilina, pode ser indicado a Amoxicilina + Ácido Clavulânico. O Ácido Clavulâmico é um composto que age inibindo certas enzimas responsáveis pela ineficácia de algumas classes de antibióticos. Outra opção é a Cefalosporina, que é um tipo de penicilina que também tem a ação de inibir enzimas que não reagem aos antibióticos.

Antibiótico para sinusite e rinite

São indicados para os casos de sinusite e rinite os antibióticos descritos acima, que são: Amoxicilina, Azitromicina, Levofloxacino e Cefalosporina. É importante ressaltar que é indispensável buscar um médico para fazer uma avaliação do caso e ter a opinião profissional sobre os remédios para o seu caso. Lembre-se que o uso inapropriado de antibióticos pode desenvolver mutações nas bactérias, tornando-as mais resistentes aos antibióticos comuns e trazendo efeitos graves.

 

Fontes:

https://www.bibliomed.com.br/diretrizes/pdf/Rinossinusite.pdf

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3480708/antibioticos-beta-lactamicos.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v41n3/pt_0100-6991-rcbc-41-03-00149.pdf